Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Receptores Digitais / Cinebox fantasia duo HD

Cinebox fantasia duo HD

Cinebox fantasia duo HD 

Os receptores são aparelhos com a capacidade de receber o sinal e levar para a TV uma variedade de canais com conteúdos variados, desde filmes, seriados, jornalismo, canais esportivos e uma gama considerável de programação para o público infantil. A TV e suas programações têm evoluído dia após dia desde o seu surgimento. Hoje em dia existe uma variedade muito grande de canais no mundo todo, porém, nem sempre o sinal de satélite alcança todos os lugares, isso ocorre por conta do sinal nesse lugar ser muito baixo, para resolver essa questão surgiram os Receptores. Além disso, a qualidade do sinal melhora muito, acabando com as más transmissões das antenas convencionais. Expanda as opções de programação da sua TV, escolha e instale o seu Receptor e através do sistema FTA receba a transmissão dos seus canais favoritos, você nem vai notar as horas passarem!

Informações:

  • SKS / IKS / CS e aceita Dongle Externo
  • IPTV On demand (Brasileiro, Arabe, Espanhol, americano, chines etc )
  • STARONE, INTELSAT (SKY), AMAZONAS (abre 4 tipos de chaves no AMAZONAS)
  • Modo IKS via: Internet a cabo, WIFI, 3G Modem.
  • Multifuncional (WIFI, Youtube, Mpeg, Mp3, PVR, etc)
  • FULL HD
  • Design inovador, menor e mais pratico
  • Menor custo

 COMPRE JÁ CLIQUE AQUI

Geral:

Memoria de Sistema
DDR3 256MB

Armazenamento
Flash 8MB

Saida de Video
PAL/ NTSC

Codecs de Video
MPEG2 SD/HD, DivX 3/4/5, Xvid(with MP3 OR PCM),mkv

Codecs de Audio
MPEG AAC, MP3, WAV, AIFF, WMA, DD+

Frontal I/O
POWER LED, SIGNAL LED, IR SENSOR

Traseiro I/O
HDMI x 1, 12V x 1, Ethernet x 1

Lateral I/O
RS232 x 1, AV x 1, USB 2.0 x 2

Dimensão
145x 130 x 30mm

Peso
0.24 kg

Saiba mais!

O que é USB 2.0?

O padrão USB, do inglês Universal Serial Bus, foi desenvolvido para facilitar a conexão e transmissão de dados entre dispositivos “plug and play” (conecte e use) e o PC.

Exemplos de dispositivos USB são HDs externos, impressoras, modems de banda larga, cabos para conexão de celulares, câmeras digitais, etc.

Existem dois tipos de portas USB no mercado, as 1.1 e as 2.0. A diferença entre elas está na velocidade da conexão. A versão 1.1 possui velocidade de 12 Mbps (megabits por segundo).

Com o avanço dos dispositivos externos, como máquinas digitais com capacidades maiores, HDs externos e dispositivos de música, como iPod, a demanda por velocidades mais altas de transferência cresceu, culminando com o surgimento da USB 2.0, que possui uma velocidade de 480 Mbps.

O padrão se popularizou rapidamente e os PCs e notebooks passaram a trazer essas portas de fábrica, permitindo que um grande número de dispositivos chegassem ao mercado compatíveis com elas, tais como mouses, teclados, alto-falantes e muito mais.

Além da velocidade
Uma vantagem da USB 2.0 sobre sua antecessora é o fornecimento de energia. Dispositivos mais elaborados e que demandam maior carga, como os HDs externos sem alimentação externa de energia, são compatíveis somente com a versão 2.0 de USB.

Uma dúvida que deve atingir vários usuários e se seu computador possui portas USB 2.0. Para identificar o tipo de conexão existente, selecione, no Painel de Controle, Sistemas. Depois, clique na aba Hardware e em Gerenciador de dispositivos.

Na lista de hardware clique em Controladores USB; eles são identificados por uma figura que lembra um tridente.

Se na listagem for mostrado Enhanced USB controler, seu PC possui portas 2.0, caso contrário só do tipo 1.1.

É importante observar esse detalhe, pois muitos dispositivos requerem essas entradas e estão identificados na embalagem. Modelos de HD externo, por exemplo, podem ficar muito lentos ou não funcionar nas entradas 1.1, assim como webcams e alto-falantes.

Caso embalagem do produto não apresentar identificação de compatibilidade com USB 2.0, procure o site do fabricante para esclarecer essa dúvida.

A Intel, juntamente com um grupo de empresas, está desenvolvendo a USB 3.0, que se conectará a velocidade de 4.8 Gbps (gigabits por segundo).

O que é Canal IPTV?

A IPTV (Televisão por Protocolo de Internet, ou Internet Protocol Television, em inglês) é uma tecnologia que permite a transmissão da programação da televisão por meio de protocolos de internet. De acordo com a ATIS (Alliance for Telecommunications Industry Solutions), a tecnologia também pode ser definida como uma maneira segura de transmitir conteúdo para assinantes de serviços de exibição de televisão. A IPTV funciona de forma semelhante a serviços de streaming como Youtube e Netflix: por meio de conexões de alta velocidade (normalmente acima de 4 Mbps), o conteúdo é enviado para as residências de milhares de pessoas.

Por um único canal, é enviado o sinal de áudio, vídeo e de controle. O envio e recebimento de informações é feito por meio de redes programadas para terem alta eficiência e segurança. Dessa forma, provedores de conteúdo e publicidade podem distribuir programação televisiva de uma forma nunca antes vista.

Como a IPTV funciona

Como a transmissão envolve imagens em alta resolução, normalmente são utilizadas redes de fibra óptica. O cabeamento apresenta maior capacidade de banda, o que permite o envio e recebimento de mais dados sem perda de desempenho. Além disso, por ser imune a interferências eletromagnéticas, a fibra permite a distribuição de IPTV para mais localidades.

A decodificação do sinal funciona de maneira semelhante às transmissões via satélite. Ao chegar na residência, o sinal de televisão digital passa pelo modem e é decodificado pelo set-top box. Apesar de o sinal ser propagado pela internet, não há a necessidade de contratar um plano de internet ou comprar um computador para ter acesso ao conteúdo. Basta ter uma set-top box e um modem compatível com a tecnologia.

Apesar de o conceito ser simples, a IPTV precisa de uma infraestrutura complexa para funcionar corretamente, pois um sistema de gerenciamento de recursos deve ser criado. Dessa forma, provedores de IPTV podem controlar a disponibilização de canais entre regiões e assinantes.

Como a plataforma é executada em um ambiente digital, uma API pode ser disponibilizada para terceiros. Assim, desenvolvedores poderão criar novas ferramentas para a sua plataforma como plugins e apps de distribuição em novos ambientes digitais como tablets e celulares.

A segurança digital também deve ser levada em consideração a todo momento. Sistemas de login, transmissão e decodificação devem utilizar métodos de encapsulamento, criptografia e certificação de dados. Como até transações financeiras podem ser realizadas pela plataforma, o administrador do serviço deve sempre buscar os métodos mais seguros para o envio e recebimento de dados.

Principais benefícios e vantagens da IPTV

A IPTV possui diversas vantagens quando comparada a métodos tradicionais de transmissão de conteúdo — por ser distribuído digitalmente, os ganhos com a qualidade da imagem e som são enormes. Caso o provedor queira aumentar a oferta de canais disponível, basta aumentar a capacidade de transmissão da rede.

A migração para o meio digital muda a forma como lidamos com a nossa programação. Na ponta dos nossos dedos, o controle passa a ser uma ferramenta de interação com programas. É possível participar da programação por meio de enquetes, comprar produtos que são exibidos na televisão e até alugar filmes.

Com as ferramentas de controle parental, pais podem garantir que os seus filhos não tenham acesso a conteúdos impróprios. Guias de programação são disponibilizados com mais facilidade, permitindo que as pessoas possam se programar com mais facilidade. Além disso, a implementação de tecnologias de Digital Video Recording permite salvar um programa com mais facilidade e qualidade.

A IPTV também representa uma nova era para os serviços de TV a cabo. Por ser integrada com os serviços de telefonia e internet, os custos de manutenção são reduzidos. Ao contrário das estruturas normais, não há a necessidade de enviar todos os canais por uma única via. Isso diminui os custos de licenciamento e contratação do serviço, aumentando o alcance das empresas do ramo. Além disso, ao permitir que utilizadores paguem apenas pelos canais que eles precisam, as companhias ganham clientes mais fiéis.

Para as indústrias do ramo, a IPTV também representa a diminuição de gastos em outras áreas do serviço. Com a popularização da internet, o custo de contratação da infraestrutura utilizada para a distribuição do sinal de TV diminui dia após dia. Como o custo de IP set-top boxes também é menor quando comparado com as set-top boxes de TV a cabo, as companhias podem prover mais canais para os seus consumidores por um valor menor.

Com a redução dos custos, a concorrência tende a aumentar, pois a IPTV dá a oportunidade para pequenas e médias empresas provedoras de internet ampliarem as suas operações. Com poucos investimentos, elas podem se habilitar a transmitir serviços de TV on demand que antes só eram disponíveis por meio de grandes empresas de TV a cabo.

Check Also

Receptores

Novos receptores estão disponíveis em nosso site: Receptor digital America Box S205 Wi-Fi IPTV: O …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *